sábado, junho 29, 2013

Bar à Capella - 20 anos dos d'Artesão


Antes de entrarmos, o grupo Segue-me à Capela! interpretou «Xénias Mansas» de J. W. Goethe








Os d'Artesão com Segue-me à Capela! - «Cena satânica» de J. W. Goethe



O número final dos d'Artesão, com textos de Marcial, Catulo e outros autores romanos (séc. 1ac - séc. 1dc)



Antes de entrarmos, o grupo Segue-me à Capela! interpretou «Xénias Mansas» de J. W. Goethe








Os d'Artesão com Segue-me à Capela! - «Cena satânica» de J. W. Goethe



O número final dos d'Artesão, com textos de Marcial, Catulo e outros autores romanos (séc. 1ac - séc. 1dc)


domingo, junho 23, 2013

quinta-feira, junho 20, 2013

NOITES COM POEMAS




Caro Adérito, professor e matemático e tudo,

A Tuna Meliches? Essa seita inominável que promove encontros para entretecer os maiores despautérios que as suas infantilmente adultas cabecinhas urdem? Ah, gente boa e destemperada, a quem me dá tanto gozo associar a cada passo!

Saiba que já levaram à cena - arcando com as consequências terríveis de o terem feito na Quinta do Panasco, lá por Caria - a minha versalhada denominada Auto das Danações, peça de (maus) costumese maldizer! Na qual, aliás, me obrigaram a corrigir o nome do apresentador (Gil Vicente) para algo mais adequado ao enredo e ao contexto: Gil Vicentesão...

Convívio fecundo a quem devo, também, o prazer enorme de ter sido acompanhado pelo Rui Pato - o próprio! - em sonoridades evocativas d'Os Vampiros, em poema de minha autoria alusivo a José Afonso, num dos Encontros de Gerações que conimbricentemente organizam...

Les beaux esprits se rencontrent, digo eu que não me está a ocorrer, em português corrente, melhor encerramento para tão prazenteira convergência.

Estarei na Biblioteca a partir das 20h30, como combinei com a Ana Paula, para providenciar eventuais logísticas, antes da sessão propriamente dita. Se os deuses nos forem favoráveis, o bar da Biblioteca estará aberto.

Grande abraço e até amanhã.

Jorge Castro




Caro Jorge,


Vejo no seu blog (http://sete-mares.blogspot.pt/) que conhece o meu amigo Rafael e os seus "muchachos" da Tuna Meliches. O mundo é pequeno...


A que horas marcamos o encontro na Biblioteca?


Até amanhã,
Adérito


Sete Mares
sete-mares.blogspot.pt
Correntes Auspiciosas:ABC dos MiúdosManifesto-meNetescritaProvérbiosCorrentes FavoráveisA P(h)oda das Árvores OrnamentaisAtento (Manuel Gomes)A Paixão do CinemaA Razão Tem Sempre ClienteA Verdade da MentiraBettipsBlog do Cag

sexta-feira, junho 07, 2013

segunda-feira, junho 03, 2013

TUNA MELICHES NA BAIXA DE COIMBRA...

Evento:Leitão com poemas, música, teatro e muita amizade -02-06-2013                                Vídeo de Soraia Almeida

TUNA MELICHES NA BAIXA DE COIMBRA...

Evento:Leitão com poemas, música, teatro e muita amizade -02-06-2013~
Vídeo de Soraia Almeida


TUNA MELICHES NA BAIXA DE COIMBRA

Evento:Leitão com poemas, música, teatro e muita amizade -02-06-2013~
Vídeo de Soraia Almeida

TUNA MELICHES NA BAIXA DE COIMBRA...

...Portagem .Primeira parte do evento Leitão com poemas, música, teatro e muita amizade
Vídeo por Soraia Almeida

br />

TUNA MELICHES NA BAIXA DE COIMBRA...

...Portagem .Primeira parte do evento Leitão com poemas, música, teatro e muita amizade
Vídeo por Soraia Almeida

TUNA MELICHES NA BAIXA DE COIMBRA

... evento: Leitão com poemas, música, teatro e muita amizade - 02-06-2013

Por Soraia Almeida

TUNA MELICHES NA BAIXA DE COIMBRA

Dia de Leitão com poemas, música, teatro e muita amizade. dia 02-06-2013

por Soraia Almeida

E agora já se pode revelar o ensaio da Ceia dos Cardeais

domingo, junho 02, 2013

«Leitão com poemas, música, teatro e, principalmente, muita amizade»

Os ensaios já prometiam, pois estes cardeais eram uns pontos (sim, sim, os pontos cardeais)...



Ao fim da manhã de domingo, dia 2 de Junho, a malta foi-se juntando na esplanada do Café Montanha, no Largo da Portagem.



Lá ganhámos coragem para irmos para a esquina com a Rua Ferreira Borges, tocar, cantar e... recolher umas moedinhas num boné (que foram, no final da colecta, € 25,03).






Às 13h00 estávamos no restaurante Joaquim dos Leitões. É que pode não parecer mas as barrigas estavam vazias...


No final do almoço, rearranjámos as mesas da sala (as aulas do Goeorge Coast tiveram proveito) para umas músicas e uns poemas, partilhados pela malta.

"Ah... lei!...

Ah... lei da selva!...
Ah... lei do dinheiro!...
Ah... lei... to de morte!...
Ah... lay out!
Ah... lei... tura de notícias sempre más!...
Ah... lei do mais forte!...
Ah... lei... loar para sobreviver!...
E... lei... ções do vira o disco e toca o mesmo!...
...
O que vale é que...
Há lei... tão!"



























Mais lá para meio da tarde, entraram 3 cardeais (cardeal Fernandalho, cardeal Madeira de Carvalho e cardeal Falo de Fala) que foram cear -  a badalada ceia dos cardeais (em latim, «CIRCVS CARDINALIS») - e aproveitaram para abençoar aqueles ímpios que nem à missa tinham ido!


A entrada deles foi com um «CANTO GREGORI ÂNUS» que, pelo seu valor poético e antiguidade clássica, aqui fica para a posteridade (sim, sim, a idade de um poster):

"A COISA DA MATER TEM... ASORVM
TEM ASORVM MAS NÃO... ABOA
O COISVM DO PATER TEM... RANHORVM
À COISA DA MATER... SE ALAMBAZOA"










Ide-vos em paz e vinde-vos sempre que quiserdes. Hey, man!