quarta-feira, julho 02, 2008

Um dos momentos extraordinários do 9º Encontra-a-Funda

Ainda hoje aquela malta não deve saber...
... o que lhes passou por ali!
Para quem não estava lá, eu explico: depois de a malta se reunir nas Docas, íamos para o cais do Basófias quando passámos, por baixo das árvores do parque Manuel Braga, por um grupo de pessoas sentadas em cadeiras, com uma primeira fila vazia ("reservada"), microfones, câmara de filmar, mesas à frente para alguém que esperavam e ainda não tinha chegado... até o Car(v)alho se sentar na mesa e se apresentar. Amigo que é amigo nunca deixa um amigo sozinho. Por isso, o Paulo Moura foi para junto dele e, depois de um teste de som para as pessoas da última fila ("se me estiverem a ouvir digam lá-lá-lá") lá fizeram uma palestra, com direito a muitas bocas abertas de espanto... e aplausos no final.

11 comentários:

  1. Sem dúvida que deve ter sido "o melhor da festa" para esta reunião, vá lá saber-se de quê!

    ResponderEliminar
  2. Admirei-me que não tivesses "aparecido" também, Rafaelito. Estavas com vergonha? A Celeste não deixou?...

    ResponderEliminar
  3. matahary3/7/08 21:53

    Foi um espectáculo soberbo!!

    ResponderEliminar
  4. Eu agora, à medida que me recordo destas cenas, é que me rio sozinho...

    ResponderEliminar
  5. Soberbo!!
    O vosso grupo é impagável.

    ResponderEliminar
  6. O que eu pagava para ter visto isto...

    ResponderEliminar
  7. Ah, pois foi. Estavas no cais do Basófias, à nossa espera...

    ResponderEliminar
  8. matahary4/7/08 22:04

    Já que a Gotinha falou em "impagável"... Se no fim tivessem ido, com um boné, pedir uma moedinha, tenho a certeza que tinham saído de lá com algum... heheheheheh

    ResponderEliminar
  9. Simplicidade e muita abertura! :-)

    Parabéns...

    Bjs & Abraços

    ResponderEliminar
  10. Oh... estás a deixar-me toda molhadinha...

    ResponderEliminar

Tuna Tecales!