terça-feira, junho 06, 2006

Tuna Meliches ou Tuna Melixes?

Questiona a Dina:
"Olá,
Não é que me faça algum transtorno que seja «Tuna Meliches» ou «Tuna Melixes», mas porque é que é com ch? Se é um neologismo, ainda que não dicionarizado, tudo bem! É um processo de enriquecimento da Língua. Se é uma contracção de «Tu não me lixes», então deveria ser com "x", mas lá terás as tuas razões.

lixar
verbo transitivo
1. desgastar ou polir com lixa;
2. fazer lixo;
3. coloquial: tramar; prejudicar;
(Do lat. tard. lixáre, «extrair por meio de lixação»)
© Copyright 2003-2006, Porto Editora.

Beijinhos
Dina"


Olá cachopa,

Há coisas que têm o seu tempo de discussão. Depois, não há que voltar atrás (ou há, mas não me parece que seja o caso).
O nome Tuna Meliches foi escolhido já há uns bons anos (em 1998, como mostra a Dina lá em cima, já tínhamos camisolas com esse nome e o logotipo), por toda a malta do grupo, de uma lista com nomes propostos por todos e em que constavam, por exemplo:
Tuna Sabes
Tuna Magarras
Tuna Tó Casnada
Tuna Moras
Tuna Tocas
Tuna Meches
Tuna Mokas
Tuna Binho
Tuna Malargas
Tuna Mapanhas
Tuna Tevens
Tuna Trateves
Tuna Concordas
Tuna Metocas
Tuna Cantas
Tuna Mephodes
Tuna Medeixas
Tuna Malegras
Tuna Vaizêvô
Tuna Melixes
Tuna Meliches
Na altura, entendemos que seria menos óbvia a leitura como «tu não me lixes» se usássemos «ch». E assim ficou decidido.
Isto faz-me lembrar há dois anos, quando eu disse à Encandescente que essa palavra não existia (seria «incandescente»), ela respondeu-me: "Passou a existir. Sou eu!". Também eu, tal como a São Rosas, adoro criar neologismos (ela chama-lhes neofodismos, como podes consultar no DiciOrdinário).
Ou seja, se a malta quisesse assumir que é com "x", teríamos que mudar o logotipo (feito há mais de 5 anos), as apresentações das letras em Power Point, o blog,... e até as camisolas que criámos logo no início:

Por mim, como te disse, acho que o nome está muito bem assim. Mas gosto de questões como esta que tu agora colocaste. São um belo exercício de consolidação mental.
Um beijo,
Paulo

2 comentários:

  1. Em primeiro lugar peço desculpa pelo erro ortográfico/gralha: onde se lê contração, deve ler-se, contracção. só me apercebi depois de publicado.

    Quanto ao resto, estou perfeitamente esclarecida.

    Dina

    ResponderEliminar
  2. Ops! Também me passou. Já corrigi.

    ResponderEliminar

Tuna Tecales!